Verniz – o que é e como usar nos Impressos

É comum ver muita gente pensando que a realização de uma campanha de marketing com impressos se resume a criação e impressão. Naturalmente, escolher quantidade, material, tema, design, texto, imagens e, após tudo isso, imprimi-los, é parte fundamental do processo. Mas a finalização, aquela parte após a impressão, é tão importante quanto e dá o último toque de qualidade.

Um dos acabamentos mais usados em impressos é o verniz. Na verdade, ao lado da laminação, ele é o mais popular entre os principais tipos de acabamento usados em campanhas de distribuição, como panfletos, folder ou banners – além de cartões de visitas. Neste post você vai conhecer um pouco melhor o que é o verniz e como usá-lo para benefício do seu negócio.

O que é o verniz

O verniz é uma película quase transparente usada como acabamento para garantir proteção e, em alguns casos, brilho ao material. Geralmente é feito de óleo secante, resinas e solvente, mas também pode levar poliuretano ou outros derivados de petróleo.

O verniz pode ser aplicado em todo o impresso ou em apenas algumas partes, para dar brilho específico no local, caso acompanhado da laminação fosca.

Como principais características, ele promove maior durabilidade e resistência ao material; protege contra as variações do ambiente; fixa melhor a tinta; e passa a impressão de maior qualidade e sofisticação.

Aplicações

Algumas impressoras permitem que se passe o verniz juntamente à impressão, em uma só passada. Em outros casos, ele é aplicado posteriormente, com todas as folhas voltando para a máquina para o envernizamento.

Existem três tipos principais de vernizes em offset:

1. Verniz à base de óleo: é composto por resinas e óleo de linhaça. Ele se parece bastante com as tintas e pode dar efeito de brilho ou fosco ao impresso. De menor custo, ele também a ajuda a repelir água, tornando-se ideal para produtos que podem ter contato com umidade – é mais comumente encontrado em rótulos e embalagens. No entanto, tende a secar mais devagar e a amarelar com o passar do tempo.

2. Verniz à base de água: feito misturando água com resinas acrílicas e outros aditivos. Os vernizes deste tipo são naturalmente líquidos e precisam ser secados após a aplicação. Também podem gerar efeito de brilho ou fosco no material e até mesmo metálicos. Além de baixo custo e simplicidade, não amarela com o tempo e apresenta maior resistência e flexibilidade.

3. Verniz UV: o mais encontrado em materiais impressos. Ele recebe este nome por necessitar de lâmpadas com radiação ultravioleta (UV) para a secagem. Apresenta nível de brilho superior aos dois acima citados e garante maior qualidade. Costuma ser a opção mais usada em folders, banners, panfletos e cartões para a finalização. O silk screem é utilizado para passar o verniz manualmente nas áreas escolhidas, aumentando um pouco o custo.

Em quais peças utilizar

O verniz pode ser aplicado em qualquer peça impressa, mas é mais comumente utilizado em cartões de visita, flyers e folders, dando destaque a textos, logos ou imagens. O resultado final é um impresso ainda mais elegante e sofisticado.

***

Após definir todas as etapas de sua campanha é preciso escolher com carinho a gráfica para enviar o que deseja ser impresso. Procurar um local de boa reputação e experiência no mercado sempre garante tranquilidade e qualidade para o produto final – inclusive a aplicação do verniz.

Com anos de experiência no mercado gráfico, a MediaTall entrega em até 24 horas para você. Acesse www.mediatall.com.br e venha nos conhecer melhor!