Publicado em

Gráfica Online: o futuro é aqui

Você já deve ter percebido que os mais diversos segmentos de atuação estão migrando para o meio virtual. A internet já não é nenhuma novidade, mas ainda assim muita gente demorou a aproveitar o verdadeiro potencial dela para transferir seus negócios e aproveitar todas as oportunidades que existem na rede mundial de computadores. E não são poucas, além de serem para qualquer um.

No mercado gráfico o mesmo processo está acontecendo. Novos empreendedores, atraídos pelo custo-benefício interessante que a web permite, vêm se lançando no setor sem a necessidade de investir altos valores na montagem de uma gráfica completa. É possível aproveitar a estrutura das grandes empresas já estabelecidas, com seus parques industriais, e fazer o processo de intermediação entre elas e o cliente final.

Por que as gráficas online são o futuro do mercado?

O termo-chave para entender não só o processo de “internetização” do setor gráfico, como de muitos outros que estão migrando para o digital, é custo-benefício. Com as mais diversas áreas de interesse se estabelecendo online, não há mais necessidade de espaço físico para muita coisa. E, com isso, já se gasta bem menos no orçamento previsto para começar um negócio.

Outros serviços também já se encontram em sua totalidade na internet: operações bancárias; emissão de notas fiscais; contato com fornecedora, cliente e entregador… tudo pode ser feito sem sair de casa – aumentando bastante a atratividade do setor gráfico para jovens empreendedores que buscam um negócio próprio ou um complemento para a renda.

Para começar, basta desenvolver um site próprio e fazer o seu marketing em busca de clientes. É possível começar atendendo pedidos de amigos e familiares, para contar com a propaganda boca a boca deles para atrair mais gente. Ao receber encomendas, chega a hora de entrar em contato com a gráfica fornecedora escolhida previamente e enviar as especificações. Depois, tudo pode ser enviado diretamente para a pessoa que comprou em um endereço de entrega selecionado.

O futuro já começou

Tudo isso que foi explicado já está acontecendo. E em larga escala. Existem inúmeras gráficas online atuando no Brasil, como a MediaTall, por exemplo. Além do custo-benefício operacional atrativo mesmo para quem não tem tanta verba a investir, a internet ainda permite que o seu alcance seja além do local: pode ser regional ou mesmo nacional. Cabe ao empresário saber se vender, efetuar estratégias adequadas de marketing e colher os frutos.

E não se engane, a tendência é que esse tipo de negócio dentro do segmento ganhe ainda mais força nos próximos anos. Estão sempre surgindo novas gráficas online, e aquelas que apresentam melhor qualidade e preço se destacam, ganham espaço no mercado e passam a ser reconhecidas pelo público.

A internet deve promover ainda mais mudanças no setor, já que está o tempo todo se atualizando e apresentando novas ferramentas e dispositivos. Tudo para facilitar a vida das pessoas no dia a dia. E quem não prefere fazer sua encomenda de material impresso para uma campanha de marketing, por exemplo, sem sair da casa/escritório e poder receber rapidamente tudo que pediu?

***

Além de atuar completamente online e oferecer as melhores condições para o comprador, a MediaTall ainda entrega em até 24 horas para você. Se quer qualidade, preço, conforto e rapidez, venha nos conhecer!

Publicado em

4 características do Papel que influenciam a qualidade da impressão

Uma campanha de marketing com impressos envolve diversos fatores para ter sucesso. Tudo deve começar com um bom planejamento estratégico, seguindo por escolhas acertadas na concepção do design e dos textos envolvidos e até de que tipo de material será usado para atingir o que deseja – panfletos e banners têm objetivos diferentes, por exemplo. Tudo isso deve – e costuma – ser visto como etapas de extrema importância para os profissionais envolvidos.

Se um dos passos acima não for feito com a atenção e competência necessárias, pode colocar a perder toda a campanha. E ninguém quer isso, não é? Mas, existe ainda outro fator que faz toda a diferença e muitas vezes passa despercebido ou é relegado a segundo plano sem a importância que merecia: a escolha do papel ideal para o impresso.

Existem características determinantes na qualidade do material para a impressão e a qualidade é diretamente influenciada pelo tipo de papel.

Um papel abaixo da média pode afetar toda a campanha e a imagem da marca – afinal, transmite a imagem de descuido, baixo orçamento (corte de custos nos papeis escolhidos, por exemplo) ou pouco comprometimento em apresentar-se bem aos clientes. Além disso, o papel errado definitivamente vai dar resultados aquém do esperados e exigir nova impressão, gerando maiores gastos.

As 4 características que influenciam o papel na impressão

Para ajudá-lo a saber escolher melhor o papel ideal para o seu material impresso, existem características que precisam ser levadas em conta na decisão. Caso não sejam adequadas para o que procura, podem ter efeito negativo na impressão.

Vamos a elas:

A forma

Naturalmente, o formato do papel faz toda a diferença. Saber exatamente o tamanho que quer evita o desperdício de papel e, consequentemente, os gastos a mais com isso. A economia é vista melhor principalmente em impressões em grande escala, já que mesmo pequenas diferenças nas dimensões podem exigir no final um uso muito maior de folhas.

E, claro, a conta é passada para quem fez a encomenda. Então não se prive de exigir o máximo de detalhes com a gráfica para não desperdiçar papel e doer no bolso na hora de pagar.

O peso

Geralmente variando entre 50 e 350 gramas, a gramatura de um papel também é fator primordial para o sucesso da sua campanha de marketing com impressos. Quanto maior, mais pesado será o papel: cartões, por exemplo, costumam ser os mais grossos, enquanto folhetos são mais finos e leves.

Outro detalhe é que os papeis de menor gramatura são mais transparentes – o que pode ser bom ou não dependendo do seu objetivo. Impressões em frente e verso são recomendadas para papeis mais opacos, por exemplo. Naturalmente, o peso do papel também influencia seu preço, e quanto menor for maior será a ideia de qualidade inferior que ele passa.

A textura

O aspecto do material, como você o sente quando toca, pode influenciar bastante na arte que vai ser impressa. Por isso é tão importante prestar atenção na textura do papel para a impressão. Além de ser liso ou poroso, também pode ser mais rígido dependendo da escolha. E tudo afeta o produto final.

O papel mais liso deixa todas as imagens impressas com melhor nitidez. Já as texturas mais ásperas são irregulares e pouco indicadas para artes que contenham muitos detalhes – embora possam dar uma sensação de maior sofisticação ao material. Então lembre-se: quanto mais detalhista for seu projeto, mais liso deve ser o papel.

A cor

Por fim, a cor também influencia a impressão final. Tudo porque, dependendo dos tons escolhidos, pode variar o tipo de papel ideal para ter o efeito desejado. Papeis mais amarelados ou que não sejam totalmente brancos (como os reciclados) apresentam diferenças ao imprimir algumas cores.

Para tudo dar certo, é preciso antecipar o tipo de papel a ser usado e, caso não seja branco total, saber a mistura de cores que vai resultar com os tons escolhidos na arte e o tom do material de impressão. Caso contrário, o que vai sair pode ser bem diferente do imaginado e já sabemos: resultado desagradável, necessidade de reimpressão, mais trabalho e maiores custos para o cliente…

***
Todos esses problemas podem ser facilmente evitados quando há diálogo entre o cliente e a gráfica. Na hora de escolher onde vai imprimir seus materiais, tenha certeza de que há confiança e qualidade. A gráfica ideal vai dar todas as dicas e suporte necessários para que o produto seja exatamente como procurado.

Venha conhecer a MediaTall, a gráfica que imprime em até 24 horas para você!

Publicado em

O Significado Oculto por trás de 13 logotipos de grandes marcas

Nós vemos diariamente centenas de marcas e algumas bem famosas e antigas, como Coca-Cola e McDonalds. A criação das marcas é um processo trabalhoso e que exige pesquisas e dedicação de profissionais de marketing e design, justamente para elas expressarem a verdadeira essência da empresa.

Muitas marcas adotam recursos para atrair a atenção do consumidor, como cores e símbolos, mas alguns são subconscientes, muito eficazes na hora dos clientes optarem por uma marca ou outra.

13 marcas em especial utilizaram de significados subconscientes. Veja a seguir o que está por trás do logotipo destas grandes empresas.

1. Há uma bandeira dinamarquesa por trás do logotipo da Coca-Cola.

2coca-cola

2. O logotipo da LG estaria associado ao Pac Man, ao juntar o L com o restante do símbolo.

3-lg

3. O logotipo da BMW pode ser visto como uma hélice de avião, propósito original da empresa, ou uma pequena parte da bandeira da Barbaria.

4-bmw

4. O número 1 da fórmula 1 estaria associado à velocidade.

5-f1

5. A letra “B” dos fones Beats foi projetada para se parecer com um fone visto de lado.

6-b

6. O “C” da empresa de pneus Continental se parece com um pneu visto de lado.

7-continental

7. O símbolo da Toyota se assemelha a um ideograma japonês, que decomposto vira o nome da própria empresa.

8-toyota

8. A Sony Vaio criou um logotipo que simboliza a união entre o sinal analógico e o digital, sendo a onda e o sistema binário.

9-vaio

9. A palavra mordida em inglês é “Bite” que estaria associada ao termo de computação usado inclusive pela Apple.

10-apple

10. O símbolo da Adidas representa os obstáculos que um atleta deve percorrer ao longo de sua trajetória.

11-adidas

11. O símbolo da Amazon forma um rosto na letra A e Z, representando que os clientes podem encontrar produtos de A a Z em sua loja.

12-amazon

12. O “H” da Hyundai representa a fidelidade de um assessor e um cliente apertando suas mãos.

12-hunday

13. McDonald’s: apesar de muitas controvérsias – já que a própria marca tentou mudar de símbolo no passado – de acordo com o psicólogo Louis Cheskin, o logo faz referências a um par de seios protuberantes, o que estaria relacionado a um apelo sexual. Este método associado à cor vermelha era muito difundido na década de 60 e ainda é nos dias de hoje, como forma de induzir o cliente à aquisição do produto em um intuito de obter algum tipo de prazer com ele. Muito perspicaz, não é mesmo?

1mcdonald

Fonte: Universo Inteligente.

banner-frete

Publicado em

Veja as Cores utilizadas para aumentar as vendas em restaurantes e lanchonetes

A psicologia está presente em tudo na vida. Seja você um empresário buscando melhorar o ambiente de trabalho motivando os funcionários, ou apenas uma pessoa normal tentando manter boas relações com os outros no dia a dia, certamente vai precisar de psicologia em algum momento. E ela atua também em relação às cores.

A psicologia de cores serve para explicar a relação dos tons com as pessoas, e as influências que cada um tem sobre elas. As cores podem afetar o humor, a percepção e até mesmo a aumentar a fome – ou criar essa vontade de comer – em bares e restaurantes se usadas da maneira correta.

As cores podem influenciar o público não só a nível consciente, mas também inconsciente. Combinar cores com comida pode ser ferramenta poderosa para relacionar a conexão emocional com o sabor experimentado. Então como restaurantes, lanchonetes e quaisquer outros estabelecimentos que trabalhem com alimentação podem usar isso a seu favor? Confira!

Vermelho

O vermelho costuma ser a cor mais usada por marcas que lidam com alimentação. A cor é facilmente capturada pelo olhar e acaba sendo muito útil para chamar a atenção para seu restaurante ou lanchonete. Mas, é importante não usá-la em demasia, já que pode incomodar a vista – talvez seja melhor usá-la mais na fachada do que no interior do estabelecimento.

O vermelho também estimula o apetite, e pesquisas já apontaram que uma mesa vermelha faz as pessoas comerem mais. Ainda cria um senso de urgência, e não à toa, é extensamente usada por redes de fast food.

Amarelo

Outra cor que aparece bastante relacionada a comida é o amarelo. Junto com o vermelho, são as principais cores que estimulam a fome, e por serem efetivas nesse caso, acabam muito usadas em fast foods. A combinação das duas, porém, costuma ser evitada por quem pretende dar um ar mais sofisticado ao restaurante, justamente por lembrarem tais redes mais populares.

O amarelo também costuma ser usado para prender a atenção, o que é sempre bom para atrair a clientela transeunte. Mas cuidado: também é associada a irritação, e lanchonetes de fast food costumam pintar suas paredes de amarelo para que os clientes não demorem muito e liberem espaço para mais pessoas.

Laranja

Se vermelho e amarelo são as cores carro-chefe do ramo alimentício, naturalmente aquela que é a mistura das duas viria logo em seguida. O laranja também chama atenção e é considerada a que mais estimula compras impulsivas – nada melhor para quem vende comida. Além disso, a cor está na moda nos últimos tempos.

Verde

Você já deve imaginar: o verde é associado à ecologia e, por isso, a restaurantes naturais, que prezam por oferecer comidas saudáveis aos clientes. É ideal especialmente para quem trabalha com alimentação vegetariana.

A cor também é relaxante e reconfortante, sendo uma boa opção para a pintura interna do local. Por outro lado, a relação com a questão ambiental já está se saturando, e o verde também pode diminuir um pouco o apetite.

Azul e Roxo

Azul e roxo são cores perigosas para restaurantes e lanchonetes. O subconsciente associa elas na natureza a toxinas e venenos, e assim acabam tendo o efeito de promover a perda de apetite. É bom evitá-las, assim como outros tons frios, tomando bastante cuidado com o contexto caso deseje usar azul ou roxo.

Outras cores

O branco, apesar de denotar pureza, também se associa a esterilidade e simplicidade. O preto aponta para sofisticação e elegância. E o marrom segue a linha natural do verde, mas sem a mesma força. Elas podem ser utilizadas com planejamento, como bares sofisticados e rústicos.

***
De qualquer forma, a identidade visual de sua marca deve ser seguida na hora de aplicar as cores ao restaurante ou lanchonete – mas, o ideal é que já tenha sido pensada levando em consideração o que se aplica melhor ao ramo alimentício em relação a psicologia de cores.

As cores também deve ser pensadas com o mesmo cuidado na hora de divulgar o seu negócio através de materiais impressos. Acesse www.mediatall.com.br e fique por dentro de mais dicas com a gráfica que imprime em até 24 horas para você!

Publicado em

A “Cor mais feia do mundo” e seu uso

Dentre as várias cores disponíveis nas paletas é fácil identificar a que você mais gosta. Porém, o governo australiano contratou uma agência para encontrar a “cor mais feia do mundo”. Objetivo? Usá-la em uma ação feita para desencorajar as pessoas a fumar, estampando-a nas embalagens de tabaco e cigarros. As informações são do jornal inglês Mirror.

Dentre uma extensa variedade de tipos de cor em todo o mundo, a agência GfK, responsável pelo projeto, realizou testes com o objetivo de encontrar uma cor que fosse “repugnante”. E eles a encontraram!

Pantone 448 C! Também conhecida como “opaque couché“, esta cor de tom de marrom foi considerada a cor mais feia do mundo! Olha ela aí embaixo!

pantone

Ela foi levada para as embalagens, junto com as advertências gráficas de risco à saúde pelo uso dos cigarros. O Reino Unido, a Irlanda e a França realizaram testes e podem adotar a mesma medida.

E você, o que achou? A Pantone 448C é a cor mais feia do mundo mesmo?

 

Foto: Reprodução do Mirror.

Publicado em

Planeje-se com antecedência para o Dia dos Namorados: campanhas arrasadoras com impressos

O Dia dos Namorados está chegando e é inevitável que remeta a flores, chocolates e corações para qualquer um. Mas, para quem tem uma empresa, pensamento estratégico e visão de mercado, a data torna-se uma excelente oportunidade de impulsionar os resultados de marketing.

Mesmo quando o objetivo é aumentar as vendas e ver os lucros crescerem, fazer sua campanha de marketing para o Dia dos Namorados de uma maneira que desperte o sentimento das pessoas não só é possível, como é essencial. E combinar eficiência com delicadeza não é mais difícil com as possibilidades que a tecnologia oferece atualmente.

Então confira algumas dicas para que sua campanha de Dia dos Namorados seja uma grande sucesso!

Não focar na venda

Embora a grande meta do Dia dos Namorados para qualquer negócio seja aumentar as receitas, nem sempre focar na venda em si e nos produtos ou serviços oferecidos é a melhor solução. Como a data exalta o amor, focar em sentimentos e emoções se alinha melhor com campanhas de criação e reforço de marca.

Um design atrativo e voltado para a celebração de casais pode deixar seu negócio no topo da lembrança dos consumidores. Foque em frases e imagens adequadas, deixando ao fim a ideia de que comprar com você é a melhor maneira de agradar o (a) namorado (a) em momento tão especial para os dois.

As cores certas

É claro que, como qualquer campanha com uso de materiais impressos, prestar atenção na identidade visual e nas cores que serão exploradas continua sendo fundamental também na hora de trabalhar o Dia dos Namorados. O vermelho, naturalmente, é escolhido pela maioria dos negócios por remeter de imediato a sentimentos de amor e paixão. Mas, a psicologia e teoria de cores nos ensina que outros tons também possuem força na hora de emular algumas emoções similares, ou também adequadas para a data na cabeça do potencial cliente.

  • Rosa: traz sensação de delicadeza e feminilidade, ideal para campanhas voltadas ao público feminino;
  • Amarelo: remete a alegria, energia e esperança, trazendo um clima mais animado para o impresso;
  • Roxo: como desperta ideias de mistério e fantasia, também é bastante adequado ao Dia dos Namorados;
  • Branco: proporciona sentimento de paz e pureza, outras características que se encaixam na data;
  • Preto: indica ostentação e sofisticação, sendo muito usado em mercados de luxo.

Ofereça promoções

Como toda data comemorativa, o Dia dos Namorados também é muito usado para negócios se destacarem através de promoções especiais no período. Mesmo que siga a primeira dica acima e prepare uma campanha de branding, e não especificamente de vendas, ainda assim é possível inserir descontos ou ofertas exclusivas no material impresso. O momento é ideal para oferecer algo a mais e convencer seu público a gastar com a pessoa amada, mas sem necessariamente precisar ir à falência por isso.

Pense em cada detalhe

Assim como os namorados estão planejando cada detalhe da noite especial em 12 de junho, você também deve fazer para realizar uma campanha arrasadora no Dia dos Namorados. Pesquise e conheça bem seu público-alvo, entregue a ele o que ele precisa e procura… e não há muito como falhar.

***
E não se esqueça de escolher com carinho a gráfica onde vai imprimir os materiais de escolha para a campanha – sejam flyers, panfletos, folders, banners ou qualquer outro que desejar. Acesse www.mediatall.com.br e saiba mais sobre a gráfica que te dá todas as dicas para ter sucesso com impressos e ainda imprime em 24 horas para você!

Publicado em

Diferenças entre papel reciclaDo e reciclaTo

Muita gente tem a mesma imagem quando pensa em material reciclado. Aquelas lixeiras com o símbolo de reciclagem, indicando itens que podem ser reaproveitados, ou ainda novos objetos feitos a partir de jornais velhos ou garrafas plásticas. No entanto, a indústria gráfica também se utiliza de papeis reciclados para impressão.

Existem dois tipos de papel que são sustentáveis e produzidos com material reaproveitado. Para muitos, eles parecem a mesma coisa, mas não são: há o papel reciclado e o papel reciclato – isso mesmo, com “T”. Atualmente, qualquer negócio vê como vantajoso o uso de papeis reciclados para demonstrar sustentabilidade e responsabilidade ambiental.

E para não ficar em dúvida na hora de escolher um tipo de papel na sua impressão, vamos ajudá-lo a diferenciar um do outro. Confira abaixo o que é e quais as vantagens de cada um.

O papel reciclado – com D

O papel reciclado tem a cor parda e é uma mistura de diversos tipos de papeis descartados – como papelão e papel comum. Por isso, tem aparência mais áspera, bruta, rústica e até grosseira para alguns – mas também é mais resistente. Assim, não tem qualidade para ser usado como um papel comum no dia a dia, aparecendo mais em situações especiais.

Aos poucos, com o passar dos anos e a alta procura por um material de menos impacto na natureza que o papel branco, ele também evoluiu e se tornou mais ‘limpo’ para o uso cotidiano. Mas, ainda assim não era o ideal, causando alguns problemas com impressoras domésticas, que às vezes engasgavam com ele.

O papel reciclato – com T

Já o papel reciclato é um produto exclusivo de uma marca brasileira. Feito com madeira de reflorestamento, ele tem o selo FSC da Forest Stewardship Council, o Conselho de Manejo Florestal. E a diferença dele é justamente essa: o certificado, que dá a garantia de ser totalmente rastreável, sustentável e produzido da maneira correta.

Ele é todo pensado para ser o mais parecido com o papel comum usado diariamente. O reciclato também é 100% reciclado e manufaturado industrialmente para fins comerciais – sendo bastante visto no meio publicitário. Além disso, tem aspecto mais agradável e gramatura adequada para o uso cotidiano. Tudo foi resultado da grande demanda por algo sustentável e que faça com que as empresas passem a impressão de preocupação com o meio ambiente ao público.

Resumindo

Vistos como boa opção por quem deseja ajudar a preservar a natureza, tanto o papel reciclado quanto o reciclato possuem boa procura no mercado. O reciclado pode ser usado em empresas, escolas e até em casa para anotações comuns com o maior intuito de ser amigável ao meio ambiente. Já o reciclato é mais indicado para uso comercial, impressão de documentos importantes e peças publicitárias.

Acesse www.mediatall.com.br para saber mais dicas de impressão e conhecer a gráfica que imprime em até 24 horas para você!

Publicado em

Mensagem de Ano Novo da Mediatall para Você!

Finalmente chegou a hora de estourar o champagne e comemorar mais uma etapa concluída na vida. Aí o Réveillon para que todos possam celebrar ainda mais antes de iniciar mais um ano e dar sequência ao que foi iniciado neste que passou.

Como sempre, 2015 parece que terminou voando: não só para você, mas também para a MediaTall. O ano foi muito importante para todos nós, e sem a colaboração e o carinho de vocês – funcionários, fornecedores e clientes – não teria sido a mesma coisa. Agora, já vamos pensar em fazer um 2016 ainda melhor e mais bem-sucedido!

Desejamos a todos vocês que o próximo ano seja de muita prosperidade. É tempo de fazer planos e colocar sonhos em prática. E que venha 2016… com tudo!

Obrigado e Feliz Ano Novo!

Publicado em

Do jeito que se fala

O redator publicitário Gustavo Asth sabe que muitas vezes é difícil pronunciar o nome correto de uma marca estrangeira. Assim, para brincar com as marcas e ensinar como ‘se fala’, ele criou um Tumbr bem bacana.

Veja algumas marcas e agora fale certinho! 😉

E você, qual marca tem mais dificuldade de pronunciar?