Publicado em 1 comentário

Saiba como garantir a Qualidade das Cores do seu Impresso

Fazer uma campanha de marketing utilizando materiais impressos para distribuição pode parecer simples, mas alguns cuidados são necessários. Não basta definir itens básicos do planejamento como o tema, o design, o texto e todas as informações que serão contidas nele: existem aspectos técnicos que precisam ser considerados.

Ninguém espera passar por todo o suado e trabalhoso processo de preparação e execução para que o resultado final impresso acabe decepcionante. Para evitar surpresas desagradáveis, também é necessário prestar atenção na qualidade das cores.

Ao planejar qualquer campanha, a identidade visual sempre deve ser levada em conta para começo de conversa. É importante saber o que as cores transmitem: seriedade (preto, cinza e marrom, por exemplo), criatividade (amarelo, vermelho, laranja e tons quentes em geral) ou ainda tranquilidade (como verde, azul e rosa). Mas, o fundamental mesmo é seguir a tendência da identidade de sua marca. Se ela se baseia em certas cores, siga com elas o máximo possível para transmitir um senso de aproximação e familiaridade com seu público.

Após os aspectos mais ‘criativos’ da produção, é preciso focar no lado técnico: é aí que os problemas podem aparecer na hora de imprimir todo o material. E para fugir de maiores imprevistos, algumas dicas são muito úteis.

Mantenha a escala CMYK

As imagens e preenchimentos do material devem estar sempre na escala CMYK – ciano, magenta, amarelo e preto. O uso de outros sistemas de coloração digital (como RGB) pode resultar em alterações no produto final. De qualquer forma, lembre que é sempre muito difícil que o resultado da impressão seja igual ao que foi visto na tela do computador. Em geral, a fidelidade da transmissão do arquivo para o papel varia em até 10%.

Converta RGB para CMYK

Bastante encontrada em softwares digitais de desenho, edição de imagens e pré-impressão, a escala RGB – vermelho, verde e azul – combina suas três cores para produzir o resultado final. Esta escala é para ser usada apenas no meio digital, em monitores e telas.

O problema é que ela não funciona tão bem na hora de imprimir, apesar de parecer melhor na hora de visualizar no computador, apresentando mais brilho e qualidade. Então, antes de enviar o arquivo para a gráfica faça a conversão para o CMYK para que a impressão saia adequada. A escala CMYK é a que melhor reproduz as imagens via tinta.

Cores especiais na escala Pantone

Se a CMYK é a mais adequada para as impressões em geral, no caso de efeitos e cores especiais o melhor é recorrer à escala Pantone. Com tintas únicas que reproduzem a cor com bastante fidelidade, o sistema se usa de códigos para identificar todas as tonalidades, evitando dúvidas na ‘tradução’ na hora de imprimir. Alguns tons Pantone podem ser impressos em CMYK por haver um equivalente nesta escala.

A Pantone todo ano lança cores novas, escolhendo tons existentes. Veja as cores de 2016.

Textos em 100% preto

A escala CMYK trabalha com porcentagens de suas quatro cores padrão, em geral 100% para cada. Mas, na hora da cor da parte escrita de seu material, o ideal é o uso de 100% preto apenas. Usando as cores para chegar ao preto 400% ocorre uma sobrecarga. Alguns dos problemas apresentados na hora da impressão são borrões no texto, problemas de secagem, folhas grudadas e outros inconvenientes.

Imagens em 300 dpi

A resolução das imagens também afeta a impressão final nas cores. Quanto maior a qualidade das imagens usadas, naturalmente será melhor o resultado no papel. O mínimo recomendado é de 300 dpi de definição, que trabalha no sistema de pontos por polegadas e está presente em qualquer editor ou software da área. Atenção aos efeitos especiais como degradés, sombras e contornos, pois eles também podem gerar problemas ao imprimir.

Concluindo

Tomar certos cuidados na hora de entregar o arquivo de sua campanha para a gráfica evita dores de cabeça no momento de conferir como tudo ficou no papel. Também é sempre importante procurar uma gráfica de confiança e que também possa ajudá-lo com conselhos na hora do processo de impressão.

Para saber mais sobre cores e outros detalhes importantes, acesse www.mediatall.com.br e conheça a gráfica que entrega em até 24 horas para você!

Um comentário sobre “Saiba como garantir a Qualidade das Cores do seu Impresso

  1. […] – procure sempre uma imagem em vetor.  Também é imprescindível converter tudo de RGB em CMYK quando for preciso. É a diferença entre a escala presente nos softwares de edição para a usada […]

Os comentários estão fechados.