Publicado em 1 comentário

Sangria e Margens

Uma das principais dúvidas de formatação na preparação de um arquivo para a impressão gráfica é em relação às margens e sangria.

Todo material sofre um corte (refilamento) após sua impressão, para deixá-lo no tamanho correto. Este corte pode ter variações de até 3 mm, por isso é preciso acertar nas margens e deixar um espaço “extra”. Este espaço é chamado de Sangria, ou seja, é uma área que passa do limite final do trabalho, que quando cortado não compromete as informações, textos, ou imagens.

Assim, para não ter problemas na impressão de seu material, recomenda-se que todo elemento que faz contato com as bordas limites do trabalho final seja sangrado em 5 mm. Da mesma forma, é importante adicionar uma margem de segurança interna de 3 mm para evitar que informações importantes, como textos, logos e imagens de acabamento sejam cortadas após a impressão.

Para exemplificar, utilizamos a imagem abaixo:

area_sangria

O tamanho da sangria pode variar de acordo com o tipo e tamanho do material, ficando entre 5 e 8 mm. Por isso, sempre confirme antes de enviar para impressão!

Um comentário sobre “Sangria e Margens

  1. […] bastante atenção no uso adequado do espaço que tem disponível é o começo de tudo. A definição das margens é essencial para que, ao fim dos acabamentos, o corte não passe por cima de um pedaço em […]

Os comentários estão fechados.