Dicas para trabalhar com Ilustrações na impressão (linhas finas e pontilhados)

Trabalhar com ilustrações em impressos pode ser a oportunidade de dar uma cara mais pessoal ao material a ser produzido e se diferenciar da concorrência. Mas, também pode ser um pouco mais trabalhoso que fotos e imagens genéricas por conta de alguns problemas que podem acontecer na impressão.

Se determinados cuidados não forem tomados na hora de ilustrar no computador, é possível que o resultado final não saia como o desejado. Principalmente no caso do uso de linhas finas que acabam pontilhadas na ilustração. Por isso, reunimos algumas dicas para evitar maiores problemas e para que o impresso saia exatamente como o imaginado. E tanto o número de cores quanto a espessura da linha fazem toda a diferença.

As linhas finas

É muito comum que as ilustrações com linhas finas – ou textos pequenos com tamanho menor que 8 pontos (pixels) – apresentem uma variação desfocada no produto final em caso de uso de mais de duas cores na composição. Por exemplo: se você deseja seu texto ou linha marrom, a impressora precisa usar o ciano, o magenta e o amarelo para criá-lo. Tudo isso baseado na escala CMYK, em que as cores primárias são essas três.

Assim, o resultado pode ficar borrado, pontilhado ou com pouca nitidez. Ou pior, onde deveria estar a linha de somente uma cor, acaba-se gerando uma linha de até cinco cores (o marrom pode sair com ciano, ciano/amarelo, ciano/amarelo/magenta, amarelo/magenta e magenta). Um pesadelo para quem tinha algo tão simples em mente.

E como evitar?

Para evitar esse tipo de problema, escolha cores que usem até dois tons da escala CMYK para sua composição (verde, azul ou vermelho e, claro, preto) ou aumente a espessura da linha, já que essas variações só costumam ocorrer em elementos pequenos. Caso decida escolher por aumentar o tamanho, o ideal é que a linha tenha ao menos 3 ou 4 pontos de espessura para você não se ver surpreendido na impressão. Para linhas de apenas um pigmento, como 100% preto, pode-se usar de 2 pontos para cima.

Caso seja realmente necessário usar uma linha bastante fina na sua ilustração, de até 2 pontos, não tem outra solução: a melhor escolha é mesmo usar apenas cores compostas por até dois pigmentos. Ou corre o risco de ver algo completamente diferente sair no papel após imprimir o material.

***
Depois de terminar sua ilustração da melhor maneira para evitar os problemas citados acima, não se esqueça de escolher com carinho a gráfica para a impressão. Uma boa gráfica não só garante que o produto final seja impresso com a qualidade que você desejava, mas também te ajuda com dicas para ter o melhor resultado.

Acesse www.mediatall.com.br e conheça mais da gráfica que imprime em até 24 horas para você!